Controle sua língua – Parte 3

Controle sua língua – Parte 3

A Língua Caluniadora – os caluniadores fazem declarações maliciosas, falsas ou inclusive verdadeiras, mas com a intenção de denegrir a reputação, o caráter ou o bom nome da pessoa emvolvida.

Algumas pessoas são tão inseguras, que sentem que devem lançar calunias acerca de outras pessoas, só por considerá-las “competência” e tudo isto para manter sua posição.

Contrario do que pensa, diminuir a imagem do outro não vai realçar a sua imagem. Ofuscar a luz de alguém, não vai fazer com que a sua brilhe.

“O que retém o ódio é de lábios falsos, e o que difama é insensato”. Provérbios 10:18

A Língua Fofoqueira – quando a pessoa se envolve com assuntos pessoais de outros, para depois sair contando a noticia. Sempre anda espiando e buscando novas noticias para ter do que falar.

As vezes por não ter o que fazer, a pessoa se entretém com fofocas. Este tipo de pessoa não é para nada de confiança.

“ O mexeriqueiro revela o segredo; portanto, não te metas com quem muito abre os lábios.” Provérbios 20:19

A Língua Sabe-tudo – não pode evitar em dar opiniões não solicitadas. Tem uma alta estima de sua opinião e sempre usa estas palavras: “você deveria…”. E super controladora e crê que tem o domínio de todos os assuntos, implantando sempre a sua opinião. As vezes sem dar-se conta, a pessoa é arrogante e orgulhosa exibindo uma superioridade intelectual.

“O homem prudente oculta o conhecimento…” Provérbios 12:23

A Língua Áspera – Você já foi maltratada nas lojas, ou no transito? Verdade que nos faz sentir mal? Quando se é áspero com alguém se pode acabar com o dia dessa pessoa. As vezes seu cansaço ou falta de tempo fazem com que atue de uma maneira rude, mas pense, a outra pessoa não tem culpa. A pessoa de Deus é paciente, considerada e amável.

“A resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira.” Provérbios 15:1


Controle sua língua – Parte 2

Controle sua língua – Parte 2


A Língua Manipuladora – os manipuladores usam suas manhas, envolvem os demais com palavras mansas para alcançar seus objetivos e tirar vantagem. Empregam táticas indiretas para obter informação ou influenciar a outra pessoa.

Sempre atuam como se fossem vitimas. Normalmente usam estas palavras: “Posso conseguir que ele(a), faça qualquer coisa..”

São muito perspicazes para conseguir o que querem.

“Então ela lhe disse: Como dizes que me amas, se não esta comigo o teu coração? Já três vezes zombaste de mim e ainda não me declaraste em que consiste a tua grande força.” Juízes 16:15

A Língua precipitada – Quantas vezes ofendemos alguém por atuar de modo precipitado? Claro, pode ser de forma inocente para agregar humor a situação, mas não deixa de ser desagradável. Quando falamos sem pensar, no geral, acabamos por nos arrepender do que dissemos, mas é demasiado tarde pois não ha como retroceder as palavras ditas.

Também responder de forma precipitada não é bom, devemos pensar antes de responder e terminar de escutar a pergunta.

Outro exemplo, seria comprometer-se precipitadamente, pois trás mas conseqüências. Nunca prometa algo que não pode cumprir.

“Tens visto um homem precipitado nas suas palavras? Maior esperança ha para o insensato do que para ele.” Provérbios 29:20

A Língua que Divide – muitas pessoas utilizam a sua língua para causar divisão e inimizades. Gostam de contar o que não devem com a única intenção de causar problemas e inclusive separar grandes amigos.

Talvez quer ganhar o favor dessa pessoa parecendo leal por denunciar ao que é mau, ou então pode estar comunicando seus próprios sentimentos acerca dessa pessoa, á custa de terceiros.

“ Bem-aventurados os pacificadores, porque serão chamados filhos de Deus.”

Mateus 5:9


Controle sua língua – Parte 1

Controle sua língua – Parte 1

Quem nunca falou algo indevido ou fora do lugar? Todos nós já o fizemos alguma vez.

Agora não podemos esquecer que da boca saem palavras de vida para edificação, como também, palavras de morte para destruição.

Vamos falar da língua em nossos próximos artigos.

A Língua Mentirosa:

Existem varias maneiras de poder mentir, vejamos:

Engano – muitas pessoas enganam a terceiros por vários motivos. Já seja por ganância, conveniência, para esconder algo indevido ou para obter benefícios. Isto traz terríveis conseqüências e mostra que não confiamos em Deus na hora de gerir a situação.

Meias Verdades – é não dizer a verdade em sua totalidade. Ou seja, esconder ou omitir algo, não dizer as coisas como são em realidade.

Isto acontece muito quando a pessoa quer se desculpar de algo e da a entender fatos que não sucederam exatamente do modo que esta insinuando.

Exagerar – muitas vezes se embeleza a historia para obter mais atenção dos ouvintes. Exagerar parece inofensivo, no entanto é uma forma de mentir. A pessoa adorna a verdade para que pareça mais credível, mas perde a sua credibilidade porque exagera e aumenta, mudando assim os fatos.

“ Os lábios mentirosos são abomináveis ao Senhor, mas os que agem fielmente são o seu prazer.” Provérbios 12:22

A Língua Aduladora:

A maioria das pessoas o faz para ganhar favor. Não me refiro somente a algo material, pode ser a aceitação por parte dos outros. Como quer ser aprovada pelos demais, ela recorre a adulação, aos elogios, para ser aceitada e querida, mas não é sincera.

“Os tais… são aduladores dos outros, por motivos interesseiros.” Judas 16


Escolha a saia certa para seu tipo de corpo

Escolha a saia certa para seu tipo de corpo

SAIA EVASÊ OU MODELO “A”

Características principais:

Possui um corte reto e mais justa na cintura, mas é mais larga na parte inferior.

Quem pode usar?

Por ser mais larga na área dos quadris, as mulheres de corpo estilo “pêra” podem abusar desse tipo de saia. Aproveite!

As mulheres de corpo “maçã” também podem usar, só devem ter cuidado pois ela é um pouco justa na parte da cintura e se ela tiver algum tipo de prega pode marcar a sua barriga da forma errada.

As mulheres de corpo “uva” ou “triângulo invertido” podem ter estoques desse tipo de saia! Por criar um volume na parte mais baixa do corpo, ela equilibra o tamanho da parte superior com a parte inferior do corpo.

As mulheres de corpo “ampulheta” também podem usar esse tipo de saia.

As mulheres de corpo “retangular” podem abusar desse modelito, pois ele cria uma demarcação de cintura e dá um efeito de quadril interessante, criando uma ilusão de curvas bem definidas.

Sinal Vermelho

Para quem está bem acima do peso, deve tomar cuidado ao usar a saia evasê, se o modelo tiver algum tipo de prega ou se a abertura embaixo for muito grande. Dê preferência aos modelos de corte reto na cintura e com uma abertura não tão larga para não criar muito volume no seu look.

SAIA GODÊ

Características principais:

É a saia com grande movimento, rodada, que quando longa é igual as de “estilo hippie”. É diferente da evasê (saia A) pois na parte inferior ela é bem mais fluída, geralmente com tecidos mais leves, e também porque seu caimento no corpo, apesar de fluído, é mais reto (isso quando ela não possui muitas camadas de tecido ou tule por baixo).

Quem pode usar?

As mulheres de corpo “uva” ou “triângulo invertido” podem usar esse modelo de saia, que cria um volume na parte inferior do corpo, criando um balanço entre a parte de cima (que é mais larga) e a parte de baixo do corpo que ganha uma ilusão de igualdade.

SAIA LÁPIS OU TUBINHO

Características principais:

É uma saia de corte reto e justo, que não possui pregas, afinando um pouco apenas na parte da cintura.

Quem pode usar?

As mulheres “uva” ou “triângulo invertido” (possuem a parte dos ombros e costas mais largos que os quadris) podem usar, pois elas possuem o quadril mais fino e essa saia cria uma ilusão de curvas, mas existem outros modelos mais favoráveis.

As mulheres de corpo “ampulheta” (medidas praticamente iguais de busto e quadril, e cerca de 12 cm de diferença na cintura) podem usar esse modelo, desde que sua medida de quadril não seja grande, pois o corte da saia enfatiza essa área do corpo.

Já as mulheres de corpo retangular (medidas praticamente iguais de busto, quadril e cintura) podem abusar desse modelito, pois ele cria uma demarcação de cintura e dá um efeito de quadril interessante, criando uma ilusão de curvas bem definidas.

Sinal vermelho

As mulheres de corpo pêra (quadris mais largos que o resto do corpo) devem evitar ao máximo. Por seu tipo de corte ser reto, destaca muito essa área, fica melhor para as mulheres que não tem muito quadril. Evite!

As mulheres de corpo “maçã” também devem evitar pois ela tem um corte reto que sai da cintura, que é a parte mais larga do seu corpo, fazendo com que seu corpo todo pareça mais largo.

SAIA ENVELOPE

É aquela que se enrola no corpo e é presa por um botão ou uma fitinha. Para garantir um bom caimento, é preciso que ela esteja no tamanho correto. Senão, a peça tende a abrir quando você se senta. As cheinhas devem optar por aquelas com comprimento de dois dedos abaixo do joelho. As baixinhas devem investir em modelos um pouquinho mais curtos. De jeans ou sarja, use no dia-a-dia; em tecidos sociais, para trabalhar ou jantar fora, por exemplo.

SAIA PLISSADA

Tende a aumentar o volume dos quadris. Por isso, só vale para quem tem pouco quadril. Costuma cair bem no look de trabalho ou em composições para festas. Neste caso, eleja um modelo de tecido nobre.

SAIA BALONÊ

Características principais:

É a saia que imita o formato dos balões. Tem um corte que começa na cintura e vai abrindo pra baixo, e depois na parte inferior ela é costurada para dentro, franzindo e fazendo o formato do balão.

Quem pode usar?

As mulheres de corpo “retângulo” podem usar este modelo de saia, que dão um volume a mais na parte inferior do corpo e criam a ilusão de curvas e um glúteo mais farto.

As mulheres de corpo “ampulheta” também estão liberadas, contanto que não tenham as coxas e quadris muito largos.

O mesmo vale para as mulheres de corpo” uva” ou “triangulo invertido”, que podem usar a saia balonê desde que não estejam acima do peso.


Manias e Atitudes Desagradáveis

Manias e Atitudes Desagradáveis

Cuidado com as manias e atitudes que fazem de nos mulheres desagradáveis.
A lista é enorme, mas ponha atenção, as vezes estas coisas passam desapercebidas.

Fica irritada e nervosa com muita facilidade, não consegue dominar seu caráter.

Julga as pessoas mesmo antes de conhecê-las.

Fala demasiado, sem pensar e não mede as conseqüências.

Fala mal das pessoas pelas costas, gosta de criticar tudo e a todos.

Se considera superior aos demais e faz que se sintam diminuídos.

Gosta de ser o centro das atenções, nunca aceita estar por baixo.

E fofoqueira, quer saber tudo e gosta de escutar as conversas alheias para depois contar o que escutou.

E grosseira em sua maneira de falar, em seus gestos e ate mesmo atendendo o telefone.

Sempre se ri dos demais, ainda que o assunto seja serio.

Faz as coisas com segundas intenções, já seja para ficar bem com as pessoas ou receber algum beneficio. Não é sincera.

E muito autoritária, sempre quer ter domínio da situação.

E egoísta, tudo deve ser do seu jeito, sem importar a opinião dos demais.

E mal humorada, sempre esta de cara fechada.

E invejosa. Tem inveja de tudo, já seja o cabelo, roupa, casamento, maneira de ser e trabalho alheios.

E curiosa. Procura estar informada de tudo o que acontece na vida dos demais.

E implicante, nunca esta satisfeita com nada, sempre busca motivo para recriminar as pessoas.

“Melhor é o longanimo do que o herói de guerra, e o que domina o seu espírito, do que o que toma uma cidade.” Provérbios 16:32


Remando Contra a Maré:

Remando Contra a Maré:

Me lembro que quando Deus nos escolheu para vir fazer a obra nos Estados Unidos, eu tinha apenas um ano de casada.

Era jovem, inexperiente, mas de uma coisa eu estava segura, que Deus era comigo e que eu queria ganhar almas e ser usada por Ele.

Nesse momento meu coração se alegrou muitíssimo, embora senti um friozinho na barriga, ir a um lugar distante, desconhecido e sem saber falar a língua, mas nada disso para mim eram barreiras, meu desejo de servir era maior que tudo.

Para minha família foi um baque, eles não esperavam tal noticia, creio que nunca imaginaram tal coisa.

Me lembro que na época ninguém me apoiou, nem meus pais nem minha irmã, pensavam na distancia e que iria ficar longe.

As únicas palavras que gostaria de receber naquele momento eram:” Vai com Deus minha filha, arrebenta la”; mas pelo contrario o tempo todo escutei “não vai, fica conosco”.

Sei que era por amor, mas naquele momento queria muito sentir o apoio e a aprovação da minha família, para que minha alegria fosse completa.

Depois de um show de lagrimas, eles se deram conta que minha decisão estava tomada e que não havia volta atrás.

Não duvidei um minuto sequer, eu iria onde Deus me mandasse.

Graças a Deus o tempo passou e eles acabaram por compreender minha escolha.

E muito fácil agir quando tudo esta a seu favor, quando todos te apóiam, te compreendem, mas e quando não ha ninguém do seu lado?

Você segue firme na sua fe, na sua crença ou você duvida?

Você atua e vai em frente, ou você recua?

Quando estamos seguros da nossa fe, do nosso chamado, o único que fazemos é seguir a voz de Deus, ainda que o Mundo esteja contra.

Pense nisso amiga, nem sempre a maré esta a seu favor, mas você tem que ter coragem de remar contra a maré.


Você e o Lápis

Você e o Lápis

Uma amiga me mandou esta historia e quero compartilhar com voces.


“O menino olhava a avó escrevendo uma carta. A certa altura, perguntou:

_ Você está escrevendo uma história que aconteceu conosco? E por acaso, é uma história sobre mim? A avó parou a carta, sorriu, e comentou com o neto:

_ Estou escrevendo sobre você, é verdade. Entretanto, mais importante do que as palavras, é o lápis que estou usando. Gostaria que você fosse como ele quando crescesse. O menino olhou para o lápis, intrigado, e não viu nada de especial.

_ Mas ele é igual a todos os lápis que vi em minha vida!

_ Tudo depende do modo como você olha as coisas. Há cinco qualidades nele que, se você conseguir mantê-las, será sempre uma pessoa que fará a Diferença.

‘Primeira qualidade:

Você pode fazer grandes coisas, mas não deve esquecer nunca que existe uma Mão que guia seus passos. Esta mão é a de Deus, e Ele deve sempre conduzi-lo em direção a Sua vontade’.

‘Segunda qualidade:

De vez em quando eu preciso parar o que estou escrevendo, e usar o apontador. Isso faz com que o lápis sofra um pouco, mas no final, ele está mais afiado. Portanto, saiba suportar dores, porque elas o farão ser uma pessoa melhor’.

‘Terceira qualidade:

O lápis sempre permite que usemos uma borracha para apagar aquilo que estava errado. Entenda que corrigir uma coisa que fizemos não é necessariamente algo mau, mas algo importante para nos manter no caminho da justiça’.

‘Quarta qualidade:

O que realmente importa no lápis, não é a madeira ou sua forma exterior, mas o grafite que está dentro. Portanto, sempre cuide daquilo que acontece dentro de você’.

‘Quinta qualidade do lápis:

Ele sempre deixa uma marca. Da mesma maneira, saiba que tudo que você fizer na vida, irá deixar traços, e procure ser consciente de cada ação'”