O Privilegio

Tania Rubim

O Privilegio

Meus pais entraram para a Igreja quando eu ainda era bem pequena e então, desde que me conheço por gente, sou filha de pastor. Não nasci na Igreja e tenho apenas algumas lembranças de quando meus pais não eram convertidos (que para falar a verdade, não são nada agradáveis, em outro post conto um pouco mais da minha história), a maioria das minhas lembranças são já como filha de pastor.

Realmente, ser filho de pastor é um enorme privilegio, que nem todo mundo reconhece. Eu mesma, por um tempo, me lamentava o porque eu tinha que seguir essa vida de sacrifício se eu não tinha escolhido isso para mim, dizia que era o caminho que meus pais tinham escolhido, não eu… e não aceitava ter que passar por tudo que estava passando… quanta imaturidade minha!!! Ainda bem que Deus nos perdoa e é misericordioso!!!

Meu pai e minha mãe são um grande exemplo para mim. Me ensinaram muitas coisas que não poderia enumerar, não com palavras, mas com exemplos vividos, com as atitudes que tomavam em frente a uma dificuldade… como por exemplo, ir para o Japão sabendo falar apenas ARIGATO e SAYONARA em japonês. É bem certo quando dizem que os filhos aprendem com os exemplos. Assim foi comigo, aprendi muito com eles, com seus exemplos, com suas lutas e tenho a certeza de que quase todos os filhos podem dizer o mesmo, pois a fé, o caráter, o Espírito de Deus dentro deles, a força, a dedicação, o amor pelas almas, são características dos servos de Deus que temos em casa. Perfeito eles não são, ninguém na verdade é, mas sabemos que são de Deus.

Esse é o maior privilegio que temos. Ter um homem e uma mulher de Deus em casa, ganhadores de almas, servos do Senhor, pais cheios do Espírito Santo e de fé, que se dedicam a ensinar-nos o caminho certo, o caminho da salvação!!! Não estão bebendo, fumando ou com amantes, estão dedicando suas vidas para a salvação de muitas almas. Existe privilegio maior que esse??

E o preço de ser filho de pastor?? Fica para o próximo post…

Que Jesus lhes abençoe,

Many kisses

Juliana Furucho

ju pai

Meu nome é Juliana Furucho. Sou casada com um homem de Deus e juntos servimos no altar, o que na verdade é o nosso prazer. Estarei compartilhando com vocês as minhas experiências com Deus, o privilégio de ser filha de pastor e esposa e seus segredos. Toda terça-feira temos um encontro marcado. Fiquem a vontade para me adicionar no Facebook também: Juliana Furucho.


Comments (7)
  • Avatar

    Adriany Thais (Cenaculo da fé-Macapá/AP) Oct 1 2013 - 8:20 pm Reply

    Olá Dn.Tania e Dn.Juliana
    Só reconhecemos esse privilegio quando vemos a importância de ter nascido dentro da Obra,pois mais cedo ou mais tarde vemos que a nossa solução para as nossa feridas é a porta aonde acabamos entrando e saindo desde que entendemos por gente.

  • Avatar

    Gisele Silva Oct 2 2013 - 3:44 pm Reply

    Muito bacana esse depoimento, Realmente os Filhos dos pastores tem um grande previlegio, infelismente muitos não se dão conta disso, claro que com o tempo se a pessoa querer Nasce do Espirito e vive a mesma vida de seus pais, mais para isso ela tem que querer, mesmo assim admiro os filhos de pastores que andam no mesmo caminho que os Pais Deus abençoe a todos…

  • Avatar

    Kátia Bernardes Oct 2 2013 - 4:27 pm Reply

    Acho que o preço de não ser filho de pastor é mais alto! Eu mesma sou filha de pais separados que vão à igreja, mas ainda não se converteram. O futuro traçado para filhos como eu é de derrota e miséria! Desde que me entendo por convertida luto contra isso diariamente! Tenho uma amiga que é nascida em berço cristão e tem uma vida completamente diferente da minha! Passou lutas, mas as vitórias parecem vir automaticamente pra ela por causa das orações dos pais. É muito diferente!

    • Avatar

      Rafaela Matos Oct 2 2013 - 5:13 pm Reply

      Desculpe Kátia, de discordar de si, mas ser ou não filho de pastor não têm nada a ver, claro que os filhos de pastor já nascem com o caminho mais voltado para Deus, pois seus pais são de Deus, mas isso depende da fé de cada um, as bênçãos como refere não são coisas
      “automáticas”, a bênção depende da fé de cada um, e como você mesmo disse cada um passa por suas lutas e eu sei que você vai vencê-las e além disso vai dar o testemunho para que seus pais se convertam, sê firme com Deus e que as demais coisas te serão acrescentadas,não sou filha de pastor para que fique bem claro! e também tenho as minhas lutas na minha família, mas tudo é vencido com a fé e perseverança, fique com Deus, beijos! 😀

    • Avatar

      Juliana Furucho Oct 7 2013 - 12:41 pm Reply

      Oi queridas, tudo bem? As lutas vêm para cada uma de nós, independente de quem são os nossos pais. Ha muitos filhos de pastores que não se converteram ainda e não é por falta de orações dos pais, mas sim da falta de humildade do filho de reconhecer que precisa de Jesus. E vice-versa. Eu também tenho familiares que ainda não se converteram a Jesus, mas não me canso de fazer correntes de orações por eles, pois sei que quando for a hora certa, Deus vai responder!! Que Deus as abençoe… Kisses

  • Avatar

    Maria Aparecida Pereira Apr 5 2014 - 7:33 pm Reply

    Não sou filha de pastor mas meus pais eram pessoas de carater honestas e também me davam bom exemplo se fossem pastores seriam melhor ainda mas antes de falecer meu pai se convertou ao Senhor Jesus e e isso me deixou muito feliz

Leave a reply

Reply to Gisele Silva Cancel reply

Name (required)

Website