Minha história 5: “O primeiro dia que cheguei na Universal”

Tania Rubim

Minha história 5: “O primeiro dia que cheguei na Universal”

Certo dia em uma conversa uma vizinha que trabalhava na rua onde tinha aberto uma igreja Universal, comentou com minha mãe: “tem uma igreja nova lá na rua de Cedofeita, dizem que acontecem muitos milagres, vejo que sempre está cheia”.

Essa vizinha nunca colocou os pés na igreja, mas como passava em frente todos os dias, ela via o movimento e escutava os comentários. Quando a minha mãe escutou aquelas palavras pensou logo: “é isso que precisamos, um milagre”.

A igreja estava praticamente em seus inicios em Portugal, no Porto, minha cidade, havia apenas a igreja da rua de Cedofeita, mas depois vieram muitas mais e hoje tem uma linda Catedral no Porto, ademais de vários outros Templos espalhados por todo o país.

Fomos pela primeira vez com minha mãe em Julho de 1991, era uma quinta –feira, eu tinha 16 anos na época. O pastor da igreja era o agora bispo Marcelo Brayner. A partir desse dia nunca mais deixamos de ir.

Foi impressionante como Deus usou aquela vizinha para nos chamar, afinal ela nunca nem tinha pisado os pés na igreja, mas foi usada para nos falar da existência dela.

Naquela época era muito raro escutar falar de igrejas evangélicas em Portugal, elas existiam mas não eram expressivas nem conhecidas. O que realmente prevalecia era a religião tradicional do país, era como se as pessoas não tivessem conhecimento de outras opções, todas seguiam a mesma coisa sem sequer perguntar porquê. No entanto a Universal chegou para mudar esse quadro!

Nós chegamos como a maioria das pessoas com problemas na família, minha irmã muito medrosa, eu doente, cheia de conflitos interiores e o grande vazio que invadia a minha alma. Minha mãe procurou atendimento com o pastor que a orientou sobre o que deveria fazer e os dias que deveríamos ir na igreja.

Me recordo que me assustei muito quando vi pela primeira vez uma pessoa manifestar com um espirito imundo. Eu nunca tinha visto tal coisa, o que era aquilo que agitava o corpo da pessoa fortemente e com apenas a oração do pastor que usava o Nome de Jesus aquele mal saía e a pessoa ficava livre. Podia ver a diferença em seu rosto depois da libertação, o semblante ficava sereno e aliviado.

O pastor explicava que aquilo era a atuação do mal na vida das pessoas, o causante de todos os problemas. Essas pessoas eram possuídas por espíritos malignos e somente Deus tinha o poder para libertá-las. Agora eu tinha uma explicação para tudo que estava acontecendo em nossas vidas, eu sabia de onde vinha e como lutar. Isso já foi uma revelação para mim, nunca ninguém me tinha falado tal coisa.

Os pastores pregavam com propriedade, sem medo algum, ainda que tudo que diziam era muito diferente do que as pessoas estavam acostumadas, eles não se amedrontavam e isso nos passava firmeza. Agora eu sei que é o poder da Palavra de Deus, mas na época não tinha ideia!

Lembram que no post anterior lhes contei que tinha sido detectado que estava com diabetes, pois é eu fui curada. Não tinha mais nada! Foi maravilhoso, eu era tão nova de igreja que não entendia muitas coisas, mas eu acreditava em Deus, eu sabia que Ele existia mas não sabia do que Ele podia fazer. Deus me curou para se revelar para mim, para mostrar-me o Seu poder.

Cada vez que ia na igreja eu me sentia melhor, tudo melhorou na verdade. Parecia que ali naquele salão simples e abarrotado de gente eu havia encontrado o que busquei a vida toda.

No entanto me faltava muito caminho por recorrer, muitas coisas dentro de mim precisavam mudar, isto era só o inicio de uma longa caminhada.

Continuamos no próximo post.

E você como chegou na Universal?

Leia aqui os posts anteriores.

Autora do livro "Escolhida para o Altar". Faço a obra de Deus no Altar por 20 anos, espero através do blog ajudá-las, dividindo com vocês experiências e aprendizados.


Comments (8)
  • Avatar

    Fernanda Santos Aug 24 2017 - 11:23 am Reply

    Bom Dia Dona Tânia!
    Eu fui apresentada na igreja quando tinha meses de vida, mas me desviei na adolescencia iludida pelo brilho do mundo …
    Mas graças a Deus voltei, e pra nunca mais sair da presença dEle! <3

  • Avatar

    Thaina Rocha Aug 24 2017 - 1:11 pm Reply

    Tem sido muuuuuito bacana acompanhar a história da senhora ! Bom desde que nasci minha avo na qual moro junto a vida toda começou a ir na igreja Universal e de la pra cá não sai nunca mais e por morar com ela sempre ia as reuniões, ate que cresci e dos 12 aos 15 quase não ia optei em conhecer as coisas desse mundo e sofri muito nesses anos. Ate que através de do incentivo dela e de uma tia voltei em uma reunião do Força Jovem no qual pude ver o quanto precisava mudar e foi ai que começou meu caminho na fé hoje a quase 6 anos sigo firme nesse caminho. Na fé ! e na expectativa do novo post

    Com Carinho Thainá

  • Avatar

    Evelyn Aug 24 2017 - 1:33 pm Reply

    Quem chegou primeiro foi minha mãe e aconteceu da seguinte forma:
    Ela estava passando na rua quando uma obreira a evangelizou com a Folha Universal e a convidou para a reunião de inauguração de uma Igreja Universal no bairro.Desde então, nunca mais saiu .Digo sempre Graças a Deus por esse convite.

  • Avatar

    Gabriele Oliveira Aug 24 2017 - 2:31 pm Reply

    Ola… Eu nasci na IURD e nunca mi desviei … Mais isso não mudava a minha vida só não a fazia piorar , estava parada sem evoluir … Até mi vinha um certo orgulho em pensar “pra que ter Deus,o Espírito Santo?”.. Hoje vejo q não importa ter uma vida de “Santa” (separada do mundo) se vc no seu interior não for uma … E o “ser é o fazer” isso não entendia.
    Mais graças a Deus mi foi revelado as coisas do alto e mi entreguei de vdd a Deus e hj vejo como um privilégio ter nascido na IURD.

  • Avatar

    Karolina de Brito Aug 25 2017 - 7:51 am Reply

    Olá, Dnª Tânia.

    Fui nascida e criada na Iurd, porém, sempre fui muito medrosa, mentirosa, tinha muitos complexos e um vazio muito grande em minha alma… Para completar, com a chegada da minha adolescência fui buscar no mundo a solução para meus problemas e só encontrei mais frustrações. Nunca saí da igreja, porém, ia só para encontrar amigos e não entendia nada da Palavra de Deus e nem da Fé. Quando cheguei ao meu fundo de poço, já em depressão, com pensamentos de morte e meus problemas triplicados, decidi dar uma chance para mim mesma, para conhecer Ao Deus que cresci ouvindo falar… Aaaah, ai minha vida foi transformada. Hoje graças a Deus tenho o privilégio de servir a esse Deus maravilhoso e viver com Ele.

    Agradeço a senhora pelos seus posts, sempre me ajudam muito! Que Deus a abençoe a cada vez mais.

  • Avatar

    Ana Paula Aug 25 2017 - 11:06 am Reply

    Eu cheguei depressiva, vazia,com a minha família destruída, mas quando conheci O Deus todo poderoso, tudo em minha vida mudou,fui liberta, preenchida com o Espírito Santo e hoje ajudo outras pessoas com o mesmo problema.

  • Avatar

    Luana Bernardes Aug 28 2017 - 6:16 pm Reply

    Cheguei na igreja em 2010 em Torino, Itália.
    Tinha 13 anos, ero uma jovem cheia de complexos, medos, mágoa e vicios.
    Comecei a participar e descobrir que Deus me amava e que tenho valor…
    Hoje faço a Obra de Deus com todo prazer como Obreira

  • Avatar

    Sara Farias Aug 29 2017 - 2:41 pm Reply

    Desde a infancia, porem me afastei na adolescência e voltei com 21 anos, foi como se fosse a primeira vez :) Me entreguei completamente ao Senhor Jesus na pequena igreja Universal do Parque Ipê em SP.

Leave a reply

Name (required)

Website