A grande diferença entre Marta e Maria

Tania Rubim

A grande diferença entre Marta e Maria

Marta, Maria e Lazaro eram irmãos e criam no Senhor Jesus. Eles sempre O recebiam em sua casa juntamente com Seus discípulos e lhes ofereciam hospitalidade.

Podemos então dizer que eram pessoas que faziam parte da igreja e eram amigos íntimos do Senhor Jesus a quem Ele amava.

Muito se fala em Marta e Maria e realmente existia uma grande diferença entre elas. O que me chama atenção entre as irmãs era que Marta estava sempre preocupada em fazer muitas coisas, enquanto Maria sempre estava aos pés de Jesus.

No mundo agitado que vivemos hoje, isso pode nos ensinar muito. De repente hoje você vai descobrir que tem sido mais Marta do que Maria, mesmo crendo no Senhor Jesus.

Mas qual era o segredo de Maria, que a levou a receber um elogio do Senhor Jesus?

O que ela fazia de tão especial?

* Para ouvir e aprender Seus ensinos Maria estava aos pés de Jesus:

“E tinha esta uma irmã chamada Maria, a qual, assentando-se também aos pés de Jesus, ouvia a sua palavra.” Lucas 10.39

* Nos momentos de dor e sofrimento, Maria se lançava aos pés de Jesus:

“Tendo, pois, Maria chegado aonde Jesus estava, e vendo-o, lançou-se aos seus pés, dizendo-lhe: Senhor, se tu estivesses aqui, meu irmão não teria morrido.” João 11.32

* Para adorá-lO, Maria ia aos pés de Jesus:

“Então Maria, tomando um arrátel de ungüento de nardo puro, de muito preço, ungiu os pés de Jesus, e enxugou-lhe os pés com os seus cabelos; e encheu-se a casa do cheiro do ungüento.” João 12.3

Ambas eram da igreja, mas uma chamava atenção de Jesus por sua entrega, por sempre colocá-lO em primeiro lugar, por saber estabelecer prioridades.

Devemos compreender que Deus tem mais interesse em nós do que em nosso serviço.

Muitas nos preocupamos em realizar muitas coisas na obra de Deus, queremos estar ocupadas, sentirmo-nos uteis e pensamos que isso só vai acontecer se trabalhamos muito, realizamos muitas tarefas ou temos muitas responsabilidades.

Muitas até se gabam dizendo quantas responsabilidades possuem, sua lista gigantesca de afazeres. Mas por não terem comunhão com Deus o que fazem por amor acaba sendo um peso e sempre andam irritadas, agitadas e murmurando.

Fazer muito não é sinônimo de espiritualidade. Mas o que verdadeiramente é importante e fará a diferença em nossas vidas é o tempo que passamos aos pés de Jesus.

Os momentos que separamos para estar a sós com Ele, já seja para ouvir a Sua voz, para buscar consolo nos momentos difíceis ou para adorá-lO.

Essa era a grande diferença entre as duas irmãs, enquanto uma queria FAZER muito a outra procurava SER muito.

Enquanto uma andava distraída e ocupada com muitas coisas, a outra tinha comunhão com Deus.

Muitos creem no Senhor Jesus, mas nem todos têm vida com Deus, nem todos possuem essa intimidade com o seu Senhor, e isso é o que Ele mais aprecia em nós.

Não adianta ir na igreja e crer em Deus se não existe essa aproximação com o Deus.

E você, tem sido uma Marta ou uma Maria?

 

 

 

Autora do livro "Escolhida para o Altar". Faço a obra de Deus no Altar por 20 anos, espero através do blog ajudá-las, dividindo com vocês experiências e aprendizados.


Comments (3)
  • Avatar

    Marinara Jun 30 2017 - 6:43 am Reply

    Nossa Dona Tânia, que post “rico”, nem tenho o que dizer!
    Obrigada por compartilhar!
    Que Deus a abençoe cada vez mais!

  • Avatar

    tay Jul 6 2017 - 6:39 am Reply

    Me ajudou . infelizmente estou sendo Marta, preocupando muito no fazer e esquecendo primeiramente em ser para Deus.

  • Avatar

    liah Veine Jul 18 2017 - 4:11 pm Reply

    muito bacana… temos sim q nos dar gastar a nossa vida na obra de Deus dando o nosso rudo p Ele, mas nao podekos nos basear nisso… antes de fazer temos q ser…ser cada dia mais p Ele ter vida comunhao com Ele para assim ser sensivel a Sua voz e fazwe aquilo q Ele quee q eu faça… pois aquele q é faz mas nem todo q faz é realmente de Deus.

Leave a reply

Name (required)

Website